Dando um gelo no Facebook


Que esta rede social é poderosa e revolucionou a forma de milhões de pessoas interagirem, não tenho dúvida, só duvido mesmo da minha capacidade de permanecer nela por mais tempo.
Minha timeline esta tão cheia de opiniões fervorosas, verdades absolutas, ideologias radicais, modismos e de hipocrisia que acabam com a pouca disposição que tenho para interagir.
Confesso que como toda novidade, achava o máximo compartilhar o dia-a-dia, curtir páginas novas, aderir ao joguinhos, curtir e comentar as aventuras dos amigos, aquela coisa que fazemos no Facebook, mas de uns tempos para cá a plataforma se tornou um reduto de reclamões e extremistas que fazem da convivência (mesmo que virtual) algo desgastante.
A parte da vida perfeita e dos hábitos mais comuns (dá uma olhada nos quadrinhos abaixo) nem me incomodam tanto, porque a gente sabe que a maioria quer mesmo é mostrar o quanto é feliz, viajado, badalado...não tenho problemas em lidar com a necessidade de autopromoção dos outros, mas é complicado quando você mal consegue navegar na sua própria conta.
A fadiga entre os usuários já é um fato: li numa reportagem que muitos deletam seu perfil por um tempo ou reduzem muito a visita ao site, o que esta sendo minha estratégia atual. Não tenho mais vontade de entrar, e quando vejo passo uma semana sem checar minha conta. As únicas perdas que tenho são os aniversários do povo ou convites dos amigos para aquele encontro de última hora que quando vejo, já perdi. Mas de boa, acho melhor seguir dando um gelo no Facebook.



Os quadrinhos acima são criação de Pedro Leite, um ilustrador que criou a série de tirinhas chamada Quadrinhos Ácidos, que aborda de forma bem humorada e 'azeda' temas atuais, tipo gente chata do Facebook ;) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

obrigada por deixar um comentário. É sempre bom ter interação por aqui ♥

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...