A música dos 29

Eu sempre gostei de música e desde que me entendo por gente, adoro cantar. Cantar enquanto limpo a casa, cantar no banho, cantar enquanto dirijo, pesquisar a letra da música para cantar sem errar, tentar fazer notas diferentes (não que eu saiba direito o que esteja fazendo). Sou daquelas que fazem objetos de microfone e que também detesta ser interrompida quando esta no meio de uma cantoria...(é tipo um momento de concentração,de sentir a música, ai vem alguém e te cutuca...fico brava! rsrs). Me lembro bem que quando tinha dezessete anos, e cantava a pleno pulmões aquela música interpretada pelo Nenhum de nós que dizia ''E eu que tinha apenas dezessete anos, baixava minha cabeça para tudo, era assim que as coisas aconteciam, era assim que eu via tudo acontecer''. A letra não tinha nada a ver com  minha vida, mas eu sentia total identificação por ela porque eu tinha exatamente a idade que o cara estava cantando, e era gostoso cantar assim, com significado (mesmo que parcial e distorcido).
Bem, ai tinha aquela letra da Legião Urbana, do álbum Descobrimento do Brasil, a canção Vinte e Nove. Rolou a maior expectativa para eu ter esta idade e então cantar com a música com toda 'propriedade'. E então, os vinte e nove anos chegaram, e eu esqueci do assunto. Crescer deixa a gente desatento para as coisas legais da vida...Mas foi só até ontem quando ouvi a música e veio aquele flashback instantâneo que me fez voltar na adolescência e curtir tudo de novo! Mais uma vez, a letra não tem nada a ver com a minha vida, o meu momento (na verdade acho que ela fala de vícios, de perder tudo e tentar superar, já li algo assim), mas foi uma delícia cantar e relembrar os tempos em que a minha única preocupação era aprender letras de música ou saber quando eu iria aprender a tocar um violão. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

obrigada por deixar um comentário. É sempre bom ter interação por aqui ♥

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...