De cima de uma árvore, eu senti medo


Foi de forma inesperada que ele apareceu. Bem em cima de uma árvore quando eu estava prestes a dar o próximo passo numa ponte feita com toras de madeira a uns 5 metros do chão eu o senti...naquele instante me dei conta de que estava com medo.
Senti um medo que eu não estava acostumava a sentir...um frio na barriga, boca seca, pernas bambas...eu sabia que não iria cair, sabia que o único jeito de me livrar daquela situação era seguindo em frente, um passo de cada vez...mas a perna travou, o coração acelerou e não sei bem mas me deu um medo sabe? Olhava pra frente e a menininha que foi primeiro estava praticamente terminando o circuito de arvorismo e eu lá, medindo cada passo cuidadosamente num terrível medo de cair...e a fila atrás de mim aumentando, um monte de gente esperando minha coragem e alguns até considerando passar por mim e continuar...(tipo as criancinhas de 6 anos que não estavam entendendo porque a tia empacou justo na vez delas...)
Foi assim, num domingo ensolarado que eu descobri que estou ficando medrosa...com medo de coisas que eu não tinha antes (como de altura por exemplo...). Dizem que isto acontece com quem se torna pai ou mãe, porque a pessoa passa a preocupar com a existência dos filhos, mas...eu não tenho crianças...nada mudou de uns anos pra cá...aliás, nada não seria a palavra apropriada neste contexto. Alguma coisa coisa mudou sim, só não sei explicar o porque isto acontece. 
Meu espirito aventureiro tem sido tomado por um mais conservador, que pondera os riscos, mede consequências  analisa os fatos...é seguro? suporta o peso? mas se não der certo? Já vi que pular de paraquedas não vai rolar mesmo se eu continuar covarde assim...
Talvez, mas somente talvez, seja a idade, o amadurecimento, a sabedoria em perceber que algo pode dar errado e que provavelmente dará...talvez seja falta daquela imaturidade, do impulso de adolescente que não pensa em nada, e quando vê já falou e já fez o que queria fazer. Conversando com uns amigos dia desses chegamos mais ou menos nesta conclusão...jogamos a culpa na maioridade...e deixa assim mesmo, afinal, dizem que sentir medo é sinal de inteligencia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

obrigada por deixar um comentário. É sempre bom ter interação por aqui ♥

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...